Ensaios: “entre o amor e amar”

O amor pode ser egoísta, mas amar nunca.

O amor é um substantivo, um elemento que pode ficar guardado, que pode se tornar egoísta; amar é um verbo, uma atitude que só pode ser altruísta, só pode ser para fora.

O amor pode ser egoísta, mas amar é sempre altruísta.

O amor que se sente, mente se ficar guardado.

O amor é um substantivo e guardado, pode se tornar egoísta; mas amar é um verbo e só pode ser altruísta.

Todo mundo sente o amor, mas muita gente guarda o amor; todo mundo quer ser amado, mas muita gente tem medo de amar.

Amar é agir, amor é sentir; amar é fazer, amor é ter; amar é mostrar, amor pode ser esconder, pode ser ter medo de amar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s