Humanidade em comum 33

Todo conhecimento, e tudo que o homem ensina ao homem, rouba da humanidade a certeza em forma de beleza, de que somos mais ignorantes do que feios.

Anúncios

Humanidade em comum 32

Se escondemos o que do nosso interior achamos feio, escondemos da mesma maneira e sem querer, o que achamos bonito; do meio das coisas fedidas e cheirosas que escondemos a nosso respeito, as que exalam mau cheiro sempre sobressaem.

Humanidade em comum 31

Se medes genialidade pelos recursos de uma pessoa, pode ser que precises considerar teus opressores como pessoas geniais.

Humanidade em comum 30

Se você depende do que os outros dizem para se definir, da mesma forma define as pessoas pelo que os outros dizem.

Se você define os outros por fofocas ou impressões, pelos mesmos parâmetros definirá a si mesmo.

Os meios que usa para definir o outro, serão os mesmos que usa para se definir.

Humanidade em comum 27

Duvidar é a prática religiosa dos céticos e dos feridos; questionar é o caminho apertado para os que querem ser menos enganados.