Provérbio 42

Quem não agradece não cresce.

De cima para baixo 128

Quem é do bem se sente muito bem fazendo o bem.

Apetites do ego (d.c.p.b 124)

Maléficos, os apetites do ego são: ira, indignação, vingança, provocações, inferiorização, contendas, discussões, presunções e insolência. Estes apetites são a soberba da vida mencionada em carta apostólica, relacionados em várias outras como impedimento à entrada no Reino dos Céus.

Surpreendentemente 6

Seus conceitos e convicções são determinados pelo espírito, seja o de obediência e liberdade, seja o de rebeldia e adicção.