Expressões faciais

Abaixo desta tempestade viva e misteriosa que carrego em meu crânio, desaguam, como torrente impetuosa, as expressões do meu rosto: perspicácia, benevolência ou desgosto, gritam silenciosamente o que emana do centro, do núcleo pulsante que é fonte plácida, a cada momento marcando o tempo que falta para o encontro com a eternidade, mantendo vida para a outra vida, livre continuidade.

Revirando o lixo

Olha o que eu achei,
quanto vale, não sei.
Alguém mandou fazer,
não é coisa de comer.

Tudo que vira lixo sempre foi,
tudo que vale ouro se perdeu.

Que possuir não te possua
nessa oportunidade tua
de ser e de fazer algo bom:
levar o bem, legar o tom.

O maior patrimônio do pai Abraão
não foi a farta terra da promissão,
mas o seu exemplo de confiança
que do Trono angariou a aliança:
uma nova descendência,
a visionária geração.

De cima para baixo 131

A superação transforma o impensável em milagre.

Alguns de nós chegaram tão longe com tão pouco. Alguns de nós viveram o inferno e voltaram para contar. Nosso sonho é o amor, nossa realidade é a superação pela fé. Nossa experiência começou cedo, nossa alegria é infantil mesmo. Nossa dádiva é a prematura desilusão com uma sociedade diabólica. Somos as crianças do céu.

De cima para baixo 121

Sempre que a esperança se vai, nosso Rei a guarda consigo, para que, quando olharmos novamente em seus olhos, nos seja devolvida.

De cima para baixo 119

O céu é logo ali, desde que o céu esteja em ti, se mova em ti; então nada de fora poderá retirar quem está dentro.