Expressões faciais

Abaixo desta tempestade viva e misteriosa que carrego em meu crânio, desaguam, como torrente impetuosa, as expressões do meu rosto: perspicácia, benevolência ou desgosto, gritam silenciosamente o que emana do centro, do núcleo pulsante que é fonte plácida, a cada momento marcando o tempo que falta para o encontro com a eternidade, mantendo vida para a outra vida, livre continuidade.

Pedagogia 1

Associar inferioridade e vergonha ao não saber (da criança) só faz aumentar a ignorância (do adulto), tornando-o facilmente manipulável.

Aprendi 33

Não importa de onde, do quê ou de quem cada um tira suas forças, o importante é que as encontre onde procurar, e claro, que as aplique com justiça.

Aprendi 30

Tudo o que as virtudes e os bons hábitos adiantam a vida, os vícios e os maus hábitos atrasam.