Implorar por calor

Venha me buscar,
porque andarei sumido,
sozinho outra vez no escuro.

Estou fugindo sim,
fugindo de mim
enquanto posso
me encontrar aqui,
quieto, calado.

Ou novamente
as pessoas me verão
transparente,
como se este
corpo sequer
fosse meu?

Nunca foi meu forte
implorar por calor,
abdiquei de um amor
maternal, para ser
inteiro e justo comigo,
um desamparo eu abrigo
na ausência de quem vem e vai,
de quem entra e sai de mim
sem perceber, e ver que morro
a cada desilusão
de ser dois.

Anúncios

O retorno do coração de fogo

Você me fez destruído,
você me fez desconfiado,
você me fez instruído,
você me fez desordenado,
interrompido e quebrado.

E disse: agora seja feliz.

Seja feliz neste labirinto
em linha reta,
feliz neste quebra-cabeça
falto de peças.

E eu acreditei que pudesse,
que pudesse vencer
o mal que me matou
cedo e antes de eu crescer.

De que me vale ter razão,
se certo
certeiro firo um coração
quebrado?

E o meu colado em chamas,
se consola com o planeta
igualmente recriado,
no qual nenhum deus ou diabo
tolere ou curta
o sadismo humano.

Profissão amar 6

Conheço a solidão mais do que a qualquer pessoa, tanto que nem me entristece e surpreende como antes, mas as pessoas quase sempre.

Sobre nós e mais nada 105

Se a paixão pode surgir como a alegria do anúncio de um prêmio ganho, pelo qual se corre para retirar, pode da mesma maneira abrupta, desaparecer como que pelo infortúnio de um engano.

Madre 3

Desde que nasci,
você ferra minha vida.
Quando acho uma saída,
você ousa dizer
que não posso ser,
recriminando
e humilhando
num ciclo doentio.

Cansei de tentar agir,
como se tudo entre nós
realmente fosse mudar.

Não irei mais
me atropelar,
para aceitar
quem rejeita
meus amores.
Não irei mais
ser o palhaço
do seu circo
de horrores
emocionais.